Mensagens

  • 29/06/2020

    A INCREDULIDADE – São Simão Pedr...

    As batalhas e as provações foram muitas, mas a vitória é certa! Hoje a batalha é pela incredulidade; um grande clamor se faz necessário diante d...
  • 28/06/2020

    ESQUECERAM DE MIM – São Miguel Ar...

    Esqueceram de mim, acharam que eu não sou tão importante que fiquei de fora das liturgias. Só sou lembrado no dia em que se festeja o padroeiro. Qu...
  • 27/06/2020

    COVID 19 – Jesus – 22:54h &#...

    A oração tem que vir acompanhada de muito arrependimento e sinceridade, o momento em que todos estão vivendo é fruto daquilo que vocês semeiam. A...
  • 12/06/2020

    O PÃO DO CÉU – Jesus, o Pão do ...

    Não basta apenas caminhar Comigo, assim como carregar Me solenemente, é preciso acima de tudo crer que Sou Eu o Pão Vivo descido do céu e quem com...
  • 09/06/2020

    UM AVISO DO CÉU – Jean Claude Ant...

    Em Seidnaya, Syria, o Cristo atende a Virgem Maria que suplica para Ele retirar os espinhos do Coronavirus! Extraído do Jornal Stella Maris – m...

O Mensageiro



Um convite amoroso naquele dia veio do céu, ficaste muito preocupado, pois nem imaginava do que se tratava, simplesmente correste para a minha Igreja. Fizeste bem; não recebeste apoio, não faz mal, eles e tantos outros te rejeitaram, mais eu não. Na tua miséria venho me comunicar com a humanidade, mesmo você não se achando digno. Me questionaste muito meu pequenino: não faça muita pergunta, apenas obedeça; não proves a ninguém, deixe que o tempo e a missão se encarregam. Veja minha Maria Faustina quanto tempo levou; foi preciso uma centelha de luz sair da Polônia “João Paulo II” para que a minha obra se concretizasse; você não é diferente dos santos e dos profetas. O que escrevo é para que saibais que o Menino-Deus tem toda autoridade para levantar profetas para levar por estas imensas estradas a minha mensagem de amor e misericórdia. Ainda é tempo, muito breve todas as portas se fecharão, um silêncio tomará conta do mundo, o tempo se esgotou. Disse à Polonesa: “ainda resta uma tábua de salvação: a minha misericórdia “, não joguem fora, abracem como eu abracei a cruz, olhem para minha pequenina imagem. Vâner Luiz Batista de Carvalho, VANINHO, Mensageiro do MENINO JESUS