Santa Genoveva – 03 de janeiro

A França dedica grande devoção à Santa Genoveva, invocada nas horas de perseguição e de calamidades. A menina nasceu perto de Paris, no ano 422, numa família muito humilde e modesta. Aos seis anos, um bispo cristão profetizou que a menina iria ser uma grande testemunha da fé cristã.

Aos 15 anos Genoveva fez voto de castidade, atuava religiosa e socialmente a partir de suas próprias casas. Sua história como protetora da França tem dois episódios significativos e sempre citados: a resistência aos hunos e o auxílio dos moradores do campo à cidade que vivia na penúria.

No primeiro episódio Genoveva convenceu o povo de Paris a não abandonar a cidade e enfrentar a invasão dos hunos. No outro, durante uma carestia, Genoveva convenceu os camponeses a auxiliar o povo das cidades com doação de alimentos. Estes fatos fazem de Genoveva uma santa muito conhecida e amada na França. Morreu por volta do ano 502, com cerca de oitenta anos. Santa Genoveva é a padroeira da cidade de Paris.

Colaboração: Padre Evaldo César de Souza, CSsR

 REFLEXÃO O povo cristão aprendeu a respeitar ao longo dos séculos a intercessão dos homens e das mulheres que souberam colocar Deus em primeiro lugar nas suas vidas. Genoveva é exemplo de uma mulher que tornou-se protetora do seu povo, pois em tudo exortava ao amor de Deus e ao próximo.

ORAÇÃO Ó Deus, nosso Pai, por intercessão de Santa Genoveva, afastai de nós as doenças, a fome, as guerras, as incompreensões e o ódio entre irmãos. Jamais nos falte, Senhor, a vossa proteção e auxílio nas dificuldades e provações pelas quais passamos. Nós vos louvamos e vos damos graças. Por Cristo nosso Senhor. Amém!